terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

10 Pessoas Com Deformidades Chocantes e Extremas

Esta lista irá detalhar dez indivíduos infelizes que sofreram deformações graves. Algumas dessas pessoas, com a ajuda da medicina moderna, têm sido capazes de viver uma vida mais normal. Alguns dos seguintes contos são trágicos e outros inspiraram a esperança. Aqui estão dez histórias chocantes:

 

10. Rudy Santos

Homem-Polvo
Rudy Santos, de 69 anos, das Filipinas, sofre com a condição ultra-rara conhecida como craniopagus parasiticus ou gêmeo parasita. Ele é a pessoa mais velha com essa condição. Anexados à pelve e abdómen de Rudy, existe um par extra de braços e uma perna, que se desenvolveram quando seu irmão gêmeo foi absorvido em seu corpo durante a gravidez. Também ligado ao seu corpo, há um par extra de mamilos e uma cabeça subdesenvolvida com uma orelha e cabelo.

Rudy se tornou uma celebridade nacional durante uma viagem com um show de horrores durante os anos 1970 e 80. Ele ganhava até 20.000 pesos por noite como a atração principal. Foi nesse show, que ganhou o nome 'Octoman'. Rudy foi comparado a um Deus e as mulheres faziam fila para estar com ele.

Estranhamente, Rudy desapareceu no final dos anos 80 e acabou a viver em pobreza extrema há mais de dez anos. Em 2008, dois médicos o examinaram para ver se a cirurgia seria viável ou não. Eles concluíram que eles seriam capazes de remover o gêmeo parasita, mas Rudy decidiu não ter a operação. Ele disse que ele tinha se apaixonado pelo crescimento extra. 

 

9. Manar Maged

A rapariga de duas cabeças
Manar Maged nasceu no Cairo, em 2004, e também sofria de gêmeo parasita. Manar e sua irmã gêmea foram fundidas na cabeça. Seu gêmeo não tinha pernas e só podia sorrir, piscar e chorar.

Aos dez meses de idade, Manar foi levada para um hospital no Cairo, depois que ela ficou muito doente. Decidiu-se que, sem a remoção da gêmea parasita, ambas morreriam. Infelizmente, depois que elas foram separadas, a gêmea morreu porque usava o fornecimento de sangue de Manar e não poderia sobreviver sem ela. Menos de um ano depois, Manar também morreu devido a uma infecção cerebral que foi causada por complicações da cirurgia.


8. Minh Anh

Rapaz-peixe
Minh Anh é um órfão vietnamita que nasceu com uma doença de pele que causa mistério pela sua pele descamar e formar escalas. Pensa-se que sua condição possa ter sido causada pelo agente laranja-químico desfoliante utilizado pelos EUA durante a Guerra do Vietnã. Esta condição faz com que superaqueça e sua pele possa tornar-se muito desconfortável, sem banhos regulares. Órfãos companheiros tê-lo apelidado de 'Peixe'. Minh costumava ser violento para os membros da equipa e outras crianças no orfanato, então eles tiveram que amarrá-lo para o manter em sua cama.

Quando Minh era jovem, ele conheceu Brenda, com 79 anos, do Reino Unido, e ela viaja para o Vietnã uma vez por ano para vê-lo. Eles formaram um vínculo estreito ao longo dos anos e tornaram-se bons amigos. Brenda ajudou Minh em muitos aspectos no orfanato, convenceu o pessoal a não o amarrar quando ele era violento e encontrou um amigo para levá-lo a nadar todas as semanas e esse é agora o passatempo favorito dele. 

 

7. Joseph Merrick

Homem Elefante
Provavelmente a pessoa mais conhecida nesta lista é Joseph Merrick, o Homem Elefante. Nascido em 1836, o inglês se tornou uma celebridade em Londres e também ganhou fama em todo o mundo. Ele nasceu com a síndrome de proteus - a condição que causa enormes pedaços a desenvolver sobre a pele e os ossos para deformar e engrossar.

A mãe de Joseph morreu quando ele tinha 11 anos e ele foi rejeitado por seu pai. Ele saiu de casa em uma idade jovem e trabalhou em Leicester antes de contactar um homem de shows. Ele foi o ato principal e ganhou o seu nome no palco 'Homem Elefante'.

Devido ao tamanho de sua cabeça, Joseph tinha que dormir sentado. Sua cabeça era tão pesada que era impossível para ele dormir deitado. Uma noite, em 1890, ele tentou dormir “como pessoas normais” e deslocou o pescoço no processo. Ele foi encontrado morto na manhã seguinte.

6. Didier Montalvo

 Rapaz Tartaruga
Didier Montalvo, da Colômbia, desenvolveu um novo melanocítico congênito, que provoca manchas a crescer por todo o corpo a um ritmo incrivelmente rápido. Como resultado desta doença, uma toupeira tornou-se tão grande que cobria todo o Didier à volta. Ele foi apelidado de "menino tartaruga" por seus pares porque a enorme toupeira parecia uma concha.

Aparentemente, Didier foi concebido em um eclipse e os locais acreditavam que sua toupeira era obra do diabo. Por este motivo, ele foi evitado por outras crianças e proibido de ir à escola local. Quando o cirurgião britânico Neil Bulstrode ouviu falar sobre a condição do Didier, ele viajou para Bogotá para que ele pudesse operar e remover a toupeira. Didier tinha 6 anos de idade quando a cirurgia foi realizada. Foi um sucesso e toda a toupeira foi retirada. Após a operação, Didier agora vai para a escola e vive uma vida normal e feliz.

5. Mandy Sellars

Mandy Sellars, de Lancashire, Reino Unido, foi diagnosticada com síndrome proteus, a mesma condição médica de Joseph Merrick. A síndrome de Proteus é extremamente rara e pensa-se que afeta apenas 120 pessoas no mundo. Isso causou as pernas de Mandy a se tornarem extremamente ampliadas, com um peso total de 95 kg e medindo um metro de circunferência. Como os pés são tão grandes, ela tem que comprar sapatos especialmente equipados que custam em torno de 4000 dólares de dólares. Ela também tem um carro personalizado, permitindo-lhe conduzir sem o uso de seus pés.

Os médicos decidiram amputar uma das pernas de Mandy, depois que ela contraiu a trombose venosa e profunda MRSA. Após a operação, a restante seção de perna foi crescendo e tornou-se muito pesada. Ela já recebeu uma nova prótese de perna que deve durar o resto de sua vida.

4. Petero Byakatonda

Petero Byakatonda é um menino de uma cidade pequena e rural, em Uganda, que sofre de síndrome de Crouzon. Isso afeta cerca de um em cada 25.000 nascimentos, mas o caso de Petero é um dos extremos. Síndrome de Crouzon provoca malformação do crânio, que por sua vez empurra os olhos fora das órbitas e das orelhas para baixo, levando a problemas com a visão e a audição. Nos países desenvolvidos, as deformidades causadas pela síndrome de Crouzon são normalmente tratadas logo após o nascimento, mas Petero não recebeu este tratamento porque vive a centenas de quilômetros de distância de um hospital.

Os vizinhos de Petero atormentam-se e afastam-se dele por sua aparência e ele se trancou em seu quarto longe e quase nunca sai de casa. Um médico notou sua condição durante a condução através da vila de Petero. O médico levantou dinheiro suficiente para Petero viajar para Austin, Texas, para a cirurgia de mudança de vida. Ele passou seis meses lá, enquanto os médicos reformavam seu crânio. Isso colocou muita pressão fora de seu nervo óptico e seu cérebro. Era necessária uma segunda operação para reconstruir o osso ao redor dos olhos de Petero. Complicações ocorreram durante a segunda cirurgia, ele perdeu 80% do seu volume total de sangue e sua condição virou crítica. Felizmente, ele sobreviveu e ele agora vive uma vida feliz em sua aldeia.

3. José Mestre

José Mestre de Lisboa, Portugal, desenvolveu uma enorme deformidade facial que começou a crescer em seus lábios quando ele tinha 14 anos. Ao longo dos anos, este tumor cresceu para ser mais de 5 quilogramas de peso. Ele o levou a tornar-se cego de um olho e tornou-se muito difícil para ele respirar, comer e dormir. Ele passou 40 anos de sua vida sem tratamento por causa de "anos de desinformação médica, alguns erros de diagnóstico, falta de recursos financeiros e relutância em submeter-se a tratamento devido a crenças religiosas."
Em 2010, José viajou para Chicago para passar por 4 operações para remover o tumor e restaurar suas características faciais. A massa do tumor foi completamente removida na primeira operação e os próximos três objetivos eram reconstruir a face. As operações foram bem-sucedidas e José viajou de volta a Lisboa algumas semanas após o tratamento.

2. Dede Koswara

Homem Árvore
Dede Koswara é um homem indonésio que, a maioria de sua vida, tem sofrido da infecção fúngica extremamente rara, verruciformis Epidermodysplasia. Isso faz com que haja grandes crescimentos de fungos, que se projetam a partir da pele, que se parecem muito com casca de árvore. Isto tornou-se extremamente desconfortável para Dede, impedindo-o de realizar funções básicas com as mãos, por serem tão grandes e pesadas. O fungo cresce em todo o corpo, mas é encontrado principalmente nas mãos e nos pés.

Em 2008, Dede recebeu tratamento nos EUA para remover seis quilos de verrugas de seu corpo. Após isso, enxertos de pele foram aplicados para as mãos e face. Infelizmente, esta cirurgia não impediu o fungo de crescer e ele teve outras operações em 2011. Não há cura para a condição de Dede.

1. Alamjan Nematilaev

Fetus in fetu é uma anomalia de desenvolvimento extremamente rara que ocorre 1 em cada 500 mil nascimentos. A razão para esta condição é pouco clara, mas muitos cientistas acreditam que ocorre nas primeiras fases da gravidez, quando um feto está envolto por outro. Muitos gêmeos parasitas são pequenos e pouco desenvolvidos, mas outros podem crescer para um tamanho grande. Alamjan Nematilaev, de Khazakstan, tinha um irmão gêmeo parasita que desenvolveu cabelo, membros, dentes, unhas, órgãos genitais, uma cabeça e um rosto básico. O gêmeo de Alamjan viveu dentro dele por mais de sete anos antes de ser descoberto.

Em 2003, o médico da escola de Alamjan notou o seu abdômen inchado e mandou-o para o hospital. Os médicos examinaram ele e acreditavam que o nódulo era um cisto. Na semana seguinte, Alamjan foi operado e, para surpresa do médico, eles encontraram um bebê medindo 2 kg de peso e 20 centímetros de comprimento. O médico que realizou a cirurgia disse que Alamjan parecia que ele estava no sexto mês de gravidez. Os pais do garoto acreditavam que sua condição foi causada pela radiação do desastre de Chernobyl, mas especialistas descartaram essa ideia. Alamjan está totalmente recuperado da operação, mas até hoje, ele ainda não sabe que seu irmão gêmeo cresceu dentro dele.

Sem comentários:

Enviar um comentário