domingo, 16 de fevereiro de 2014

Os 10 Países Mais Perigosos em 2014

Paz, paz, paz, são as coisas que as pessoas desejam, e preferem em suas vidas e países. Agências de inteligência, forças militares e outras forças de segurança são estabelecidas, a fim de manter a paz e a prosperidade do país e para protegê-lo contra as ameaças internas e externas, mas ainda há muitos países no mundo que são perigosos e onde a vida se tornou uma piada para os culpados cruéis e terroristas. O terrorismo implacável, os altos índices de criminalidade, as leis brutais, a pobreza impiedosa e os políticos corruptos fizeram destes países o inferno, onde não há nenhuma garantia de vida e as pessoas são mortas brutalmente apenas por causa das mentes e pensamentos dessas pessoas mal-educadas. Qual é o erro dos moradores inocentes de países mais perigosos do mundo? Eles não fizeram nenhum crime, então por que eles são atacados e mortos impiedosamente? Aqui está a lista dos 10 países mais perigosos em 2014, leia os fatos que é por isso que eles estão nesta lista e também os efeitos implacáveis sobre os indivíduos destes países.

10. Rússia

A Rússia está incluída nesta lista por causa do rápido aumento da taxa de criminalidade dia a dia e está classificada como a número nove de acordo com o Índice de Terrorismo Global. Há enorme terrorismo com várias guerras em cursos internos, que contribuíram em tirar a vida de muitas pessoas. Bombardeamento, atirar e se opor as forças de segurança é comum em cidades russas. É conhecida como as terras de gangster e espoliadores e nesta terra sem lei há mais bandidos, em comparação com os policiais. Os estrangeiros são geralmente sequestrados a fim de obter altos resgates e roubar telefones celulares, câmaras, carteiras e dinheiro dos turistas.


9. África do Sul

É um país perigoso, onde não há nenhuma garantia da vida dos indivíduos, devido à alta taxa de crimes, assaltos, assassinatos e estupros. A cada dia, cerca de 50 pessoas são assassinadas na África do Sul e a maioria dos crimes ocorrem nas áreas mais pobres do país, mas as cidades pacíficas também são direcionadas às vezes. Este país detém um recorde de sequestro de carro, em comparação com outros países industrializados. É também conhecida como a "capital do estupro do mundo", tendo um dos maiores índices de estupro do mundo. A agricultura é o trabalho mais ameaçador neste país, como as taxas de homicídio, que para eles são cerca de 8 vezes mais do que a média nacional. Mais de dez milhões de pessoas deste país estão infectadas com o HIV.

8. Brasil

 
O Brasil é um país bonito, com belas praias e é conhecido para as atividades esportivas como o futebol, mas este belo país é perigoso devido ao aumento da taxa de criminalidade dia a dia. Este país é famoso por suas altas taxas de homicídio como quase mais de 40.000 pessoas assassinadas todos os anos, e sua taxa de homicídios é muito maior do que a dos Estados Unidos. Elevado número de roubos, estupros e sequestros são comuns neste país. Pessoas são sequestradas e levadas para o próximo ATM para pagar seu próprio resgate. Os visitantes que visitam o país são mais propensos a ser assaltados, uma vez que são o principal alvo. A diferença no crescimento econômico entre os ricos e os pobres fez com que os índices de criminalidade aumentassem.

7. Paquistão

Paquistão está incluído na lista de países perigosos por causa dos enormes ataques terroristas e ataques com que enfrenta em suas cidades. No passado, o Paquistão estava longe dessa lista, mas apenas depois do exército e dos ataques dos Estados Unidos no Afeganistão, os atos de terrorismo começam no Paquistão. Sua maior cidade, Karachi, está enfrentando um alvo maciço matando a cada dia, há operações no Baluchistão, Wazirastan, em que não só os culpados, mas também numerosos povos inocentes são mortos. Os ataques no FATA e os conflitos sunitas xiitas também tiraram a vida de muitas pessoas. O terrorismo, os políticos corruptos, as regras injustas e os regulamentos todos contribuíram para fazer deste país um país perigoso. Mas, sem dúvida, este é um lugar seguro para ser visitado porque as atividades terroristas estão confinadas a áreas limitadas.

6. Venezuela

Venezuela é conhecida como um dos países mais perigosos, em 2014, com quase 28 mil assassinatos em 2013, e, de acordo com os números oficiais, quase mais de 16.000 pessoas foram mortas em 2012. O grande aumento em sua taxa de homicídios a torna uma das maiores taxas de homicídio do mundo e os crimes destrutivos são tão violentos que os moradores deste país têm que ficar em casa depois de escurecer. Há também a falta de alimentos e outras coisas, mas os crimes excessivos são a coisa mais deprimente. A sua taxa de criminalidade também é maior do que muitos outros países. A corrupção é também um problema maior na Venezuela e é a principal causa de crimes de arma. Este país é inundado com armas e as pessoas que compram armas estão envolvidas no contrabando de gasolina, tráfico de drogas e outros tipos de atividades ilegais e apresentam um quadro completo da quebra da lei e ordem que a polícia também está corrompida e se mantém em silêncio, tomando dinheiro. 

5. Sudão e Sudão do Sul

Entre os países perigosos, os países que não devem ser visitados em toda a sua vida são o Sudão e o Sudão do Sul. Estes são os países de pessoas mortas, para que não se atreva a assumir o risco de pôr em perigo a sua vida, visitando-os. O Sudão é um país islâmico. Considerando que o Sudão do Sul é um país cristão, ambos estão situados na zona sul do Egito e são notórias para as atividades ilegais. Esses países estão enfrentando uma série de conflitos internos e os constantes esforços do Sudão para assumir o controle sobre o Sudão do Sul levantaram uma série de guerras. Há confrontos frequentes e numerosos casos de violência inter-tribal que ocorrem entre os moradores de ambos os países e principalmente os estrangeiros que ficam e visitam estes dois países, começam a morrer por causa da fome, guerras, doenças, atividades ilegais e criminosas.

4. Síria

Síria tornou-se um dos países perigosos do mundo após 2011 e tem se envolvido na guerra civil, há movimento massivo de revoluções e protestos, os moradores do país estão divididos em dois grupos distintos, um grupo de pessoas que são leais com o presidente Bashar Al Assad e do Governo, onde, como o outro grupo é de pessoas que são contra eles. Como consequência desta guerra civil em curso, vários governos alternativos foram formados. Os direitos humanos são os piores neste país. Em novembro de 2011, mais de 3500 pessoas, incluindo crianças inocentes, foram mortas durante a rebelião contra o presidente Bashar al-Assad e, em julho de 2012, mais de 200 pessoas foram massacradas e cerca de 300 pessoas ficaram feridas em bombardeios pelas forças governamentais.

O Governo era suspeito de usar armas químicas em agosto de 2013 contra seus próprios civis e mostrou indecência moral contra seu próprio povo. Desde o início da rebelião até agora, mais de 120.000 pessoas foram mortas na violência e nenhum dos indivíduos são seguros se eles pertencem a algumas organizações multilaterais ou são jornalistas de profissão. O presidente e o governo levaram execuções infinitas e assassinatos, a fim de os manter em silêncio contra eles. Recentemente, as forças sírias mataram 83 pessoas em ataque à bomba barril em Aleppo e as condições do país são cada vez mais patéticas. A cada ano existem inúmeros assassinatos, sequestros e ataques que ocorrem no país, é o lugar mais terceirizar para o terrorismo.

3. Iraque

Era um país sem ameaças e problemas, mas agora os ataques maciços por parte das forças armadas americanas mudaram a situação do país. Os ataques suicidas de bombardeio descontrolado têm tirado a vida de muitas pessoas e a vida não é mais segura neste país. De acordo com o Índice de terrorismo global, é classificado em primeira posição, as forças externas de terroristas ainda estão entrando no país. Os rebeldes infinitos, conflitos intermináveis e terrorismo impiedoso fizeram do Iraque um dos concelhos perigosos em 2014.

A morte de seu ditador Saddam Hussein, deu a chance de as forças americanas começarem a governar este país e isso fez a condição mais crítica. No Iraque, o abuso dos direitos humanos é tão comum, especialmente as mulheres, que têm de enfrentar a violência física. A segurança deste país é imprevisível, ataques terroristas e atentados contra alvos civis e militares são comuns. Principais ameaças incluem forças multinacionais, matando pelas forças armadas, forças militares e de segurança iraquianas, a prisão sem acusação e sequestros. Também é um lugar perigoso para jornalistas e profissionais de mídia, muitos profissionais morreram lá devido aos atos agressivos. A maioria dos indivíduos no Iraque são incapazes de beber água limpa e vivem uma vida de baixo padrão. Não há falta de serviços básicos, mas as pessoas sofrem de doenças graves e desnutrição.

2. Somália

Um dos países perigosos do mundo em 2014, é a Somália, onde as pessoas são inseguras, o país está sofrendo de desafios difíceis e os índices de criminalidade estão aumentando dia a dia. É o país que está no topo da tabela da corrupção global, onde o roubo está no pico, onde 29 mil crianças com menos de cinco anos de idade perderam a vida em 2011, devido à fome. Desde a guerra civil de 1990 que este país vem enfrentando uma série de conflitos que contribuíram para perder sua popularidade.

No passado, seu governo foi puramente supervisionado e controlado por senhores da guerra, milícias e até piratas. Há corrupção e desgoverno, rivalidades internas e o envolvimento da Al-Qaeda fez este país uma zona de desconforto e agonia. Há pesca ilegal, roubo, tiroteios, tráfico de drogas, sequestro, homens armados freelance na estrada, fabricação de bombas e a juventude é agressiva e sem educação. Não há zona verde se você está capturado em qualquer problema que você tem que sair dela em seu próprio país e até mesmo os hospitais locais têm recursos dificilmente suficientes para tratar todos os ferimentos. Neste país você pode levar um tiro ou ser sequestrado em poucos segundos. A guerra sem fim, a pobreza, a corrupção, a falta de educação e, sobretudo, o envolvimento de grupos de terroristas fizeram deste país um lugar ameaçador.

1. Afeganistão

O país mais perigoso em 2014 é o Afeganistão, onde qualquer um deve pensar centenas de vezes antes de ir. É um país onde há uma enorme ameaça para a vida dos indivíduos, é um lugar onde o exército afegão e Taliban estão lutando e até mesmo a NATO pensa antes de viajar. As três décadas de guerra, o envolvimento de grupos terroristas como a Al Qaeda, Hezbi Islami e Haqqani, fizeram o Afeganistão um dos países mais perigosos, onde as pessoas estão enfrentando inúmeros assassinatos e ataques suicidas. Suicídio de bomba é a questão muito importante que as forças da NATO e do Exército dos EUA está enfrentando, há milhares de pessoas que perderam suas vidas em tais ataques brutais. A argamassa de incêndios, atentados suicidas, juntamente com os assassinatos estão causando violência incontrolável neste país.

Afeganistão enfrenta inúmeros desafios, incluindo ser a maior fonte de refugiados do mundo e é o país mais corrupto do mundo, juntamente com o país mais perigoso do mundo. De acordo com o índice de terrorismo global, está classificado no número de três posições e com o passar do tempo o número de ameaças estão aumentando na mesma. No Afeganistão, os ataques terroristas frequentemente têm como alvo os cidadãos privados fortemente e o Kandahar e Cabul são as cidades onde ocorrem incidentes principalmente terroristas.

É o país mais perigoso do mundo para as mulheres, onde as mulheres são tratadas como animais e há ataques terroristas, especialmente em escolas de meninas. Neste país, o Taliban está envolvido na guerra contra a sociedade civil e em resistir as pessoas a atingir a educação, bem como os ataques contra as equipes de construção de estradas e estações de voto ou de eleições. Na verdade, o Taliban e os ataques contra a NATO com suas atividades brutais, está tornando a sobrevivência neste país extremamente difícil. Há uma série de grupos étnicos e tribais que ameaçam a paz e a segurança do país e de violência étnica inter-tribal e está a aumentar rapidamente, tornando este país perigoso e instável.

1 comentário:

  1. E AINDA EXISTEM OS BABACAS BRASILEIROS, QUE ACHAM AQUI UM DOS PIORES PAÍSES PARA SE VIVER !!!

    BRASUCAQ PENSANTE

    ResponderEliminar