quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Top 10 Países Com Maior Crime de Estupro

Podemos muitas vezes pensar que o crime está relacionado ao assassinato ou ao roubo. Mas deixe-me dizer que existem várias categorias vulneráveis de crimes. Estas incluem tráfico de drogas, tráfico de seres humanos, contrabando, estupro, entre muitos outros. Entre a tona de crimes mencionados, alguns deles são frequentemente relatados, enquanto alguns são deixados por dizer. As vítimas também não cooperam com as agências anti criminosas por causa do seu respeito. O estupro é um desses pecados desumanos. Sem dúvida, nós, seres humanos, estamos nos dirigindo para a tecnologia moderna com trancos e barrancos, mas esses atos não nos fazem diferentes dos animais. A taxa de estupro está aumentando em todo o mundo. A razão de tal incremento na taxa de estupro é novamente o mesmo, os doentes sentem vergonha de relatar tais casos. Ainda assim, as agências estão trabalhando para cessar este crime através da aplicação da lei e punições severas contra os culpados. E agora, você ficaria espantado ao ler que os países mais desenvolvidos são os mais imersos no crime de estupro. Aqui está a lista dos 10 principais países com os maiores crimes de estupro.

10. Tailândia

Ninguém pode pensar que esta terra de beleza pode ser uma plataforma onde o ato mais média pode ter lugar. Um número de mulheres, meninas e, até mesmo as meninas bebês, são abusadas sexualmente na Tailândia em dias alternados. Um idoso australiano de 93 anos de idade foi acusado de estupro, que mostra que não importa qual a idade; este gênero não é seguro.


9. Bélgica

A Bélgica também não está ficando para trás na corrida. Um aumento de 20% foi avistado na taxa de estupro 2009-2011 e a taxa é de um incremento, até agora. De acordo com as últimas notícias, em 11 de junho de 2013, 8 casos diferentes de estupro foram registados em um único dia. Tudo isto mostra que este país também é um mau espectáculo neste crime.

8. Federação Russa

A Rússia também está no auge em relação aos casos de estupro. Foi relatado que, mesmo na 2 ª Guerra Mundial, o Exército Vermelho realizou estupros coletivos durante a guerra e que essa foi a principal causa de sua derrota. Desde então, uma série de casos de estupro são capturados e a taxa está aumentando a cada ano.

7. Suécia

1 Entre cada 4 mulheres é vítima de estupro na Suécia. Isso mostra que a situação no país está piorando até um ponto em que, nos próximos anos, a Suécia estará entre os 3 primeiros na lista dos 10 países com maior taxa de criminalidade. A situação é alarmante para que a lei imponha às agências que se tornem mais ativas.

6. Alemanha

Uma estimativa de 240.000 mulheres e meninas morreu até agora por causa deste crime vergonhoso. Católicos alemães permitiram as pílulas do dia seguinte para as vítimas. O país avança em tecnologia, mas está realmente se movendo muito para trás na humanidade.

5. Canadá

Relata-se que, de cada 3 mulheres, 1 é a única que passou por tortura de estupro em sua vida. E a parte triste é esta: apenas 6% do total de casos de estupro são relatados. Isso mostra que as vítimas aqui também têm medo de ficar famosas devido a este ato. Se um país como o Canadá pode sofrer de casos de estupro, então podemos esperar pior dos países de terceiro mundo.

4. México

De acordo com um relatório recente, em Acapulco, no dia 11 de fevereiro de 2013, 5 suspeitos foram presos por serem considerados culpados de estuprar 6 turistas espanhóis. Agora, não só os locais, mas os estrangeiros devem estar atentos o suficiente, no México. Uma série de outros casos também estão na lista, o que torna a situação pior. Esta terrível situação deve ser controlada imediatamente e os culpados devem ser punidos, sem qualquer isenção.

3. Reino Unido

Um grande número de pessoas desejam viver ou até mesmo visitar Reino Unido, uma vez que é um dos países mais desenvolvidos. Mas certamente não devem estar cientes de que este país também está envolvido no crime de estupro. Uma série de estupros em táxis ocorrem no Reino Unido. E o Estado continua a fazer as senhoras cientes de que nenhuma mulher solteira é segura em um táxi. O caso mais vulnerável é o de uma menina que foi estuprada 90 vezes em uma semana. Meus bens! Isso tudo está além da nossa imaginação. Rape Crisis (Inglaterra e País de Gales) é uma organização famosa trabalhando para a conscientização em relação a este crime. Recentemente, alguns dos comediantes de TV também trabalharam para levantar fundos para esta organização.

2. Índia

A Índia é o lugar onde a violência sexual está aumentando rapidamente. Recentemente, um estudante de medicina de 23 anos acabou por ser vítima de um gangue em um ônibus. A identidade da menina não foi divulgada. Ela foi jogada para fora do ônibus após o estupro. Ela foi levada para o Hospital de Singapura e ela morreu ali depois de lutar muito. Ela disse a seu irmão que tentou um monte de maneiras de escapar, mas não podia, porque os meninos desumanamente estavam ameaçando-a de morte. O bando jogou a menina para fora do ônibus quando eles pensaram que ela estava morta. Uma série de protestos foram realizados contra este caso. Mas você ficaria surpreso ao saber que, apesar de todos os protestos e luto por essa garota, no mesmo dia, outra garota estava sendo estuprada por um motorista de ônibus. Ao todo, a Índia deve refletir sobre esse crime sério, porque, a cada 20 minutos, uma mulher é submetida a esse pecado. Isto acaba com a destruição do país.

1. Estados Unidos da América

Agora, aqui vem o super poder do mundo. Mas espere! Esse super poder está na primeira posição na corrida de estupros. Os homem são maioritariamente os estupradores, segurando uma proporção de 99%. De todas as vítimas, 91% são do sexo feminino, enquanto 9% são do sexo masculino. De todos, apenas 16% do total de casos são relatados. Estupro exterior não é comum nos EUA, a maioria dos casos de estupro ocorre dentro das casas. Meninas nas aldeias estão em risco maior do que aquelas que vivem em cidades povoadas. Quase 1 quarto das meninas da faculdade são relatadas por serem estupradas na sua maioria com a idade de 14 anos. Tem sido relatado que as senhoras também não se sentem seguras com os oficiais do exército dos EUA porque, também com eles, são vítimas de violência sexual, mesmo em campos. Então, se os EUA têm de manter a sua identidade como um SUPER PODER, precisam acabar com este crime imediatamente.

33 comentários:

  1. Pesquisa feita por quem? Dificil acreditar se não existe uma grande empresa colocando o nome em jogo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A matéria apresentada é baseada em estatisticas. Obrigada pelo seu comentário.

      Eliminar
    2. Duvido, olhando as estatísticas nada do que fala é real.

      Eliminar
    3. A questão não é por quem essa pesquisa foi realizada, o que realmente importa é que infelizmente o número de estupros é grande em quase todos os países. Não é preciso de pesquisas para saber isso, basta pensar um pouco e perceber o tamanho de pessoas cruéis no mundo que realizam determinado ato!

      Eliminar
  2. "Na Suécia, há uma vontade explícita de registrar todo caso de delito sexual separadamente, para torná-los visíveis nas estatísticas", afirmou.
    "Assim, por exemplo, quando uma mulher vai à polícia e diz que seu marido ou namorado a estuprou quase todo dia no ano passado, a política tem de registrar todos esses delitos, um por um separadamente. Assim, seriam, nessa hipótese, 300 'casos' de estupro apenas para uma única vítima. Em outros países, esse mesmo caso é registrado apenas uma vez - uma vítima, um tipo de crime, um registro"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O método sueco é mais correto então. Pois se o marido ou namorado estuprou 300 vezes, então foram 300 estupros. Imagine você sendo estuprado... tem diferença ou não tem, ser estuprado uma vez ou 300 vezes?

      Eliminar
  3. SUÉCIA É PROPORCIONALMENE O VENCEDOR:
    ISSO É DEVIDO AOS PROGRAMAS "EDUCACIONAIS" DO GOVERNO, COMO OS QUE QUEREM FAZER AQUI NO BRASIL: LEI DAS PALMADAS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, os casos de estupro na Suécia são devidos ao número de imigrantes ISLÃMICOS no país, 80% dos estupros na Europa são causados por Islãmicos. Lei da palmada não tem nada a ver, para de ser imbecíl! Espancar o filho é educação então? Vou juntar um pedaço de pau e de educar no meio da rua pra ver como é bom.

      Eliminar
    2. Lei da palmada e imigração islâmica!
      O dois casos in influenciam sim.
      Espancar é uma coisa e dar palmadas para educar é outra completamente diferente.
      Aliás veja a diferença entre os castigos dados por pais a filhos e filhas no islã. As meninas apanham muito mais, os meninos quase não sofrem palmadas e por essas e outras crescem com a sensação que são superiores às mulheres e por isso (e é claro também por causa das lei religiosas do islã) tratam as mulheres como objetos....

      Eliminar
  4. Ok,né vendo a lista li Canadá pensei :olha o melhor país para se viver,como muitos dizem,não?
    Pelo menos os USA não está na lista... Quando vi no primeiro lugar,me fu...

    ResponderEliminar
  5. Como assim o exército vermelho foi derrotado? Quem invadiu Berlim e acabou com os nazistas? O exercito foi dissolvido no final da guerra fria com a vitoria do capitalismo, bem depois da segunda guerra

    ResponderEliminar
  6. Por que o Canadá tem tantos estupros? A pesquisa falou o porquê? Sinceramente, eu estou CHOCADA. Vou para o Canadá daqui alguns meses e fiquei preocupada com isso. Será que lá é um país tão seguro como se falam?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada ver essas pesquisas, acontece o seguinte. Já morei na Inglaterra e lá a mulherada sai com os caras e no dia seguinte fala que foi estuprada e vale só a palavra delas, presenciei caso de um colega de trabalho que foi preso, simplesmente saiu com a moça que consentiu e no dia seguinte estava ele preso. O que mais tem é isso lá. Muitos dos brasileiros que estão na Inglaterra ou mesmo no candada que conheço pessoas lá, nem se envolve com as nativas simplesmente com medo de que isso aconteça, por isso esse numero tão alto.

      Eliminar
    2. Como é que se pode falar das mulheres da Inglaterra de uma forma tão generalizada? Como é que pode saber que era o colega de trabalho que estava a dizer a verdade e não a moça?
      É triste ver uma mulher a comentar que a culpa de uma violação é da mulher.
      As pessoas não são todas iguais. O que está a insinuar é que todas as mulheres da Inglaterra são assim e que se dizem que foram violadas estão a mentir.
      Lembre-se de não julgar ninguém, porque ninguém está a salvo de um mal que aconteça e imagine o que sentiria se passasse por uma coisa assim e ninguém acreditasse em si.
      Infelizmente, há crimes em todo o mundo.
      E, já agora, escreve-se Canadá. Não "candada".

      Eliminar
    3. Gostei do seu ponto de vista Diogo.

      Eliminar
  7. O problema é que em países como Suécia, Canadá e EUA, as mulheres estão mais propensas a denunciarem casos de estupro, devido à maior educação nesse sentido. Além disso, em cada país o estupro pode ter definições diferentes, como por exemplo, se o homem passar a mão em uma mulher no Brasil e ela denunciar, o policial vai rir na cara dela, já na Suécia, o policial vai fazer uma boletim de ocorrência de estupro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tua explicação é até válida, mas não muda nada. É só uma questão de semântica. Mudemos então as palavras: em vez de "estupro" vamos dizer "violência sexual". Concordo que "passar a mão na bunda" não é tão grave quanto estuprar, mas continua sendo uma violência de caráter sexual, assim como o exibicionismo (aquela "clássica" cena do cara que abre o sobretudo e mostra a genitália). Essas comparações entre países não servem para identificar onde se estupra mais e onde se estupra menos, pois as metodologias de coleta são muito diferentes, também os índices de sub-notificação são muito altos e díspares devidos às peculiaridades culturais, mas servem para refletirmos o quanto se agride as mulheres e crianças e o quanto somos coniventes com isso (aqui falo especificamente do Brasil) por sermos uma sociedade hiper-sexualizada.

      Eliminar
    2. Concordo. As estatisticas dos paises são apenas isso, estatisticas; que servem para nos alertar da violência que existe neste mundo e nos fazer reflitir sobre isso. Obrigada pelo seu comentário.

      Eliminar
  8. Inacreditável que quase todos os países são europeus ou de primeiro mundo, e sem dúvidas isso é mais um dos milhares de reflexos da imigração muçulmana descontrolada que está a destruir todo o Ocidente.
    E assim vai se desenhando a futura "Eurábia", na qual muçulmanos e árabes serão maioria e imporão suas leis!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que tem a ver os estupros com árabes? Ignorante. O Brasil está cheio de europeus que vem aqui atrás de sexo barato, inclusive com crianças. Amigo, eu mesma jpa fui vítima de abuso sexual por parte de um europeu, loirinho, dos olhos claros e da Irlanda, isso não tem nada a ver com riqueza é pobreza, religião ou qualquer coisa, é safadeza mesmo.

      Eliminar
  9. Nem tudo é perfeito nos países, ricos e desenvolvidos. Uma certa vez li que 1/3 das mulheres do exército americano já foram "abusadas". E isso dentro de um sistema de disciplina militar. Talvez seja porque lá onde assassinto é muito levado a sério, impede que os parceiros das vítimas possam se vingar, metendo bala nos estupradores. Coisa que acontece aqui. Principalmente no nordeste brasileiro, onde se macho pra frente ficar bulinando a mulher dos outros, daí já viu. Mas se mata-se muito aqui, estupra-se muito por lá. Que mundo perdido, cada um com seu péssimo exemplo.

    ResponderEliminar
  10. Bom dia
    Nesta pesquisa não aponta ou faz referencia a situação brasileira? falta informações?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faltam informações. Infelizmente, provavelmente todos os países sofrem de casos de estupro. O que acontece é que, segunda as estatisticas da altura em que este artigo foi criado, estes eram os 10 países com maior crime de estupro. Obrigada pelo seu comentário.

      Eliminar
  11. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  12. 1 em 4 mulheres estupradas nao existe
    o numero correto é 63 a cada 100 mil

    ResponderEliminar
  13. O Canadá está errado, eles tem 1,4 estupros a cada 100 mil habitantes

    ResponderEliminar
  14. Não, não está errado. Os artigos não são veios à tona, são feito com base em estatisticas. E foi assim que foram apresentadas. Obrigada pelo seu comentário.

    ResponderEliminar
  15. Diogo, você poderia revelar a fonte dos dados? Ajudaria em muitas pesquisas acadêmicas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O artigo foi publicado em Fevereiro de 2014, com base nas estatísticas do ano anterior. Estamos em Maio de 2016, passaram mais de 2 anos, essa informação já está desatualizada.
      Não consegui encontrar estatísticas de 2016, mas envio este link de outro site que encontrei e que indica as estatísticas de 2015.
      https://top10maiscurioso.blogspot.pt/p/blog-page_25.html
      Espero ter ajudado. Obrigada pelo seu comentário.

      Eliminar
    2. Seria bom dados sobre um assunto tão polêmico citados por fontes mais acadêmicas e oficiais.

      Eliminar
  16. AÍ VAI UMA DICA PARA AS MULHERES QUE SE SENTIREM AMEAÇADAS DE ESTUPRO. NA HORA QUE O MALDITO SE COLOCAR POR CIMA, REÚNA TODA SUA FORÇA, COM TODA DETERMINAÇÃO, MORDA O PESCOÇO DESSE PILANTRA E ARRANQUE SUA CARÓTIDA. DEPOIS SAIA CORRENDO FEITO LOUCA SEM OLHAR PARA TRÁS.

    ResponderEliminar
  17. hum veja bem, ficamos sempre olhando para os paises com maior indice de violencia sexual, quando procura-se os com menor indice para tentar refletir pelo inverso, o que essa cultura ou sistema juridico tem de diferente, pouco se acha, alias a unica coisa que achei foi uma breve menção sobre a mongolia e hong kong...

    ResponderEliminar