quinta-feira, 27 de outubro de 2016

10 Grandes Coisas Feitas Pelos Piores Monstros da História

A história é escrita como uma batalha entre os heróis e os vilões. Mas, mesmo o lado mais negro, tem um raio de luz. Embora as pessoas desta lista mereçam o rótulo de piores monstros da história, cada um deles fez algo bom e muitos desses feitos ainda afetam as vidas das pessoas hoje em dia.

10- Joseph Stalin Duplicou a Expetativa de Vida da Rússia


Joseph Stalin governou com uma mão de ferro que aterrorizou a Rússia. Foi o responsável pela chacina de 20 milhões do seu próprio povo. A vida com Stalin, segundo as estatísticas, deveria ter sido brutal e curta.

Na realidade, porém, aconteceu exatamente o oposto. Durante o reinado de Stalin, a média da expetativa de vida da Rússia mais do que duplicou de 32 a 68 anos.

Antes da revolução comunista, as pessoas da Rússia viviam os horríveis estilos de vida dos camponeses. Stalin desempenhou um papel importante na obtenção de melhorar isso; introduziu uma série de planos de 5 anos que fez maravilhas.

Sob a governança de Stalin, o emprego duplicou, a produção industrial aumentou 40 por cento e o país experimentou uma taxa de crescimento anual de 18 por cento. Os cuidados de saúde eram gratuitos, a educação era concedida a todos e as doenças diminuíram a nível de recorde.

9- A Política de Genghis Khan Era Surpreendentemente Progressiva


Genghis Khan e o seu exército varreu a Ásia, assassinando e violando brutalmente em qualquer cidade cuja população se recusasse a ajoelhar-se. No final do seu reinado, havia dizimado quase um quinto da população do mundo e conquistado quase um quarto da sua terra.

A vida era horrível para os seus inimigos. Mas, para as pessoas que viviam no império de Genghis Khan, as coisas eram realmente muito boas. Os mongóis Khans asseguravam a liberdade religiosa completa a todos os seus povos e deixavam os líderes budistas e os muçulmanos subirem para os níveis mais altos do governo da Mongólia.

Genghis Khan também começou um dos primeiros serviços postais internacionais. A sua rede de correio enviava da Rússia à China e foi tão grande que estabeleceu 1.400 estações de correios só na China.

Os países que conquistou floresceram economicamente devido às novas oportunidades oferecidas pela Mongólia. Uma vez que esses países eram autorizados a liberdades religiosas e culturais, as suas culturas floresceram.

8- Os Nazis Eram Defensores Dos Direitos Dos Animais


Os nazis foram surpreendentemente benevolentes quando se tratava de animais. Pode ter ouvido que Adolf Hitler era vegetariano. Como se constata, Joseph Goebbels compartilhava a simpatia de Hitler pelo sofrimento dos animais e introduziu políticas surpreendentemente humanas que ainda afetam a maneira como tratamos os animais hoje.

Os nazis aprovaram uma série de leis para tornar as mortes dos animais o mais simples possível. Ditaram maneiras específicas para preparar as lagostas e os caranguejos para reduzir o seu sofrimento e criaram uma série de regras sobre a forma como o gado poderia ser massacrado.

Também foram o primeiro governo a proibir a vivissecção, a prática da dissecação de animais vivos para pesquisas. Hoje, essa prática é estritamente controlada na maioria dos países desenvolvidos, uma mudança social que temos a agradecer aos nazistas.

Infelizmente, os nazis não apresentaram as mesmas simpatias para com os seres humanos.

7- O Papa Alexandre VI Poupou Milhares de Judeus


O Papa Alexandre VI foi imortalizado como o Papa mau. Era o patriarca da Bórgia, a família infame conhecida pelas suas orgias hedonistas, pela crueldade violenta e pelo abuso do poder papal de Alexandre VI.

Para os refugiados judeus, porém, Alexandre VI era um herói. Em 1492, quando os judeus foram expulsos da Espanha, 9.000 exilados esfomeados fizeram o seu caminho para os Estados Pontifícios. Embora outros tem mantido os judeus à distância e abusado deles, Alexander VI convidou-os a entrar e concedeu-lhes proteção e liberdade de religião.

Outras forças tentaram de tudo para mudar a sua mente. Ainda assim, Alexandre VI manteve os judeus seguros sob o seu cuidado. Não há razão para acreditar que Alexander VI fez isso para irritar a Espanha. Quaisqueres que fossem os seus motivos, muitas pessoas devem as suas vidas à cabeça dos Bórgias.

6- Aaron Burr Era um Herói Para as Mulheres e Para os Pobres


Hoje, Aaron Burr é conhecido como o vice-presidente que matou o pai fundador Alexander Hamilton num duelo. A história parece especialmente estranha porque é difícil entender como Burr teve a sua posição.

Como se constata, Burr foi insanamente popular antes de atirar em Hamilton. Na verdade, muitas pessoas queriam que ele fosse presidente e ele quase acidentalmente roubou a eleição de Thomas Jefferson.

As pessoas adoravam Burr porque ele lutava pelos seus direitos. Nesses dias, apenas os proprietários de terras podiam votar, mas Burr ajudou a emancipar os pobres. Montou cooperativas de terra onde as pessoas pobres podiam registar-se como proprietários e poderem votar.

Também era um herói dos direitos das mulheres. A sua filha, Theodosia, era famosa por ser incrivelmente bem-educada e Burr era um ardente defensor de demonstrar os direitos da mulher.

5- Mao Tse-Tung Levou Paz à China


Mao Tse-tung matou mais do seu próprio povo do que qualquer outro líder da história. Durante o Grande Salto Adiante, as suas políticas provocaram a morte de mais de 45 milhões de pessoas em 4 anos.

No entanto, a vida sob o governo de Mao era realmente mais pacífica do que tinha sido por um longo tempo. Antes de Mao, a história chinesa estava cheia de violência e brutalidade. Pouco depois do início do século 20, o país caiu na sua era ínfame. Assim que o país começou a acalmar, os japoneses invadiram-no e a guerra foi seguida por mais uma guerra civil.

Quando Mao chegou ao poder, no entanto, as guerras finalmente pararam e a China não sofreu uma guerra em grande escala desde então. Enviaram soldados para apoiar outros países e para acabar com os estados rebeldes, mas a ascensão da República Popular trouxe uma era há muito esperada da paz para a China.

4- Saddam Hussein Garantiu Educação e Cuidados Médicos Gratuitos Para Todos


Na virada do século 21, Saddam Hussein foi um dos maiores inimigos da América. Um homem poderoso e perigoso que cometeu atrocidades inacreditáveis, Hussein teria feito muito pior se pudessem ter-lhe chegado às mãos as armas certas.

No entanto, também investiu em alguns dos principais desenvolvimentos que maciçamente melhoraram a vida diária no Iraque. Sob o governo de Saddam, o Iraque desenvolveu algumas das melhores universidades e hospitais do mundo árabe e cada um deles era livre. As taxas de alfabetização dispararam de 52 por cento para 80 por cento em apenas 10 anos.

Naturalmente, toda a prisão e tortura deixou um gosto bastante amargo na boca do seu povo, pelo que derrubaram as suas estátuas e comemoraram a sua morte. Mas, muitos iraquianos que leram sobre a sua queda no jornal, só conseguiram entender o que estavam a ler graças a Saddam Hussein.

3- Pol Pot é Amado Pelos Fazendeiros Cambojanos 


Durante o seu reinado, no século 20, Pol Pot Khmer Rouge dizimou mais de 3 milhões de pessoas, quase metade da população do Camboja. Embora a maioria das pessoas odiasse Pol Pot, alguns relatórios dizem que os agricultores o amavam.

Antes de Pol Pot, o país foi conduzido por um homem chamado Lon Nol, que era famoso pela sua corrupção. Quando Khmer Rouge derrubou Lon Nol, os Estados Unidos ficaram do seu lado e bombardearam o campo cambojano.

Quando Pol Pot assumiu, deu a alguns dos pobres rurais muito mais poder. As fazendas que haviam pertencido a proprietários privados foram divididas e entregues a famílias, dando aos pobres controle e novas oportunidades.

Embora tudo seja controverso, o escritor Israel Shamir afirma que tem falado com os agricultores cambojanos e que eles consideram Pol Pot um herói que lhes deu a terra.

2- Muammar Gadhafi Lutou Pelos Direitos da Mulher


O coronel Muammar Kadafi era um monstro. Quando o povo da Líbia, finalmente, se levantou contra ele, ele reagiu com bombardeios, abriu fogo contra os manifestantes e violou todas as leis da guerra no seu ataque violento contra os que se puseram contra ele.

Antes de tudo isso, porém, ele realmente tinha algumas políticas sociais incríveis. Kadafi foi um dos principais proponentes da igualdade social. Ensino gratuito, obrigatório para homens e mulheres, juntamente com assistência médica gratuita para todos. Até tentou criar habitação gratuita para todos, embora não fosse capaz de alcançar esse sonho.

As mulheres, em particular, floresceram sob o governo de Kadafi  Tiveram novas oportunidades em todos os setores e várias mulheres fizeram o seu caminho para o governo.

1- Ivan, O Terrível, Criou Rotas de Comércio Que Elevaram a Rússia


Ivan, o Terrível, massacrou o seu próprio povo em ataques de paranóia e matou o próprio filho. Ivan acreditava que todos estavam a conspirar para se livrarem dele e vingou-se de formas horríveis das pessoas que temia.

Talvez tenha sido sorte, porém, que ninguém se tenha realmente tentado ver livre dele, porque Ivan, o Terrível, fez algumas grandes coisas pela Rússia. Abriu uma monarquia constitucional, deixando as províncias elegerem os seus próprios funcionários para o escritório.

Também abriu rotas comerciais com a Inglaterra e a Holanda, que melhoraram de vida de muitas pessoas. Os camponeses poderiam utilizar as rotas para se deslocar para terras melhores e a economia melhorou significativamente com o aumento do comércio.

Pedro, o Grande, mais tarde, utilizou as rotas de comércio de Ivan para transformar a Rússia numa grande potência. O desenvolvimentos de Ivan deixou Pedro trazer as reformas que mudaram completamente a vida russa. Então, talvez o segredo por trás do sucesso de cada Grande, seja o trabalho árduo de um Terrível.

Sem comentários:

Enviar um comentário