sábado, 24 de dezembro de 2016

24 Fatos Sobre o Natal Que Pode Não Saber


Todos amamos o Natal, mas quantos de nós sabe realmente porque é da forma que é? Aqui estão 31 fatos sobre árvores de Natal, sobre o Pai Natal e sobre o Rodolfo, que (provavelmente) não sabia.

1- O Natal supostamente marca o nascimento de Jesus Cristo a 25 de dezembro. Mas não há nenhuma menção do 25 de dezembro na Bíblia e a maioria dos historiadores acreditam realmente que ele nasceu na primavera.

2- O 25 de dezembro foi provavelmente escolhido porque coincidiu com o antigo festival pagão da Saturnalia, que celebrou o deus agrícola Saturno com a festa, os jogos de azar e a doação de presentes.

3- Muitas das tradições populares do Natal encontraram as suas raízes na Saturnalia: Ramos de árvores verdes eram usados durante o solstício de inverno como um lembrete das plantas verdes que crescem na primavera, quando os deuses do sol crescem fortes.

4- Esses ramos verdes tornaram-se a base da nossa árvore de Natal. Pensa-se que os alemães foram os primeiros a introduzir as "árvores de Natal" nas suas casas nos feriados e a decorá-las com luzes.

5- A árvore de Natal fez o seu caminho para os Estados Unidos na década de 1830, mas não era popular até 1846, depois do Príncipe Albert, da Alemanha, a levar para Inglaterra, quando se casou com a rainha Victoria. Os dois foram fotografados à frente de uma árvore de Natal e a tradição tornou-se popular. A febre real era real mesmo naquela época.

6-
A razão bem conhecida pela qual oferecemos presentes no Natal é simbolizar os dons dados ao bebé Jesus pelos 3 sábios. Mas também podem ter origem na tradição Saturnalia que exigia que as foliões oferecessem rituais aos deuses.

7- Devido às suas raízes nos festivais pagãos, o Natal não foi imediatamente aceite pelos religiosos. Na verdade, entre 1659-1681, era ilegal celebrar o Natal em Boston. E as pessoas seriam multadas se fossem apanhadas a comemorar a data.

8- O Pai Natal vem do São Nicolau, um bispo cristão que viveu na (que é agora) Túrquia, no século IV d.C. St. Nicholas tinha herdado uma grande quantidade de riqueza e era conhecido por doá-la para ajudar os necessitados. Quando foi santificado, tornou-se o protetor das crianças.

9- Depois da sua morte, a lenda de São Nicolau espalhou-se. O nome de St. Nick tornou-se Sint-Nicolaas em holandês ou Sinter Klaas. O que é apenas um salto para Pai Natal.

10-
O Pai Natal entregar presentes vem da celebração do dia da festa de São Nicolau, ns Holanda, a 6 de dezembro. As crianças deixavam os sapatos na noite anterior e, pela manhã, encontravam pequenos presentes que St. Nicholas lá deixava.

11- E as meias vêm desta história: Um homem pobre com 3 filhas não tinha recursos para casá-las. Uma noite, St. Nicholas deixou cair um saco de ouro por baixo da chaminé do homem para que a sua filha mais velha pudesse casar-se e a bolsa caiu numa meia que estava a secar ao fogo.

12-
Uma das razões pela qual os americanos deixam leite e biscoitos para o Pai Natal é porque as crianças holandesas deixavam comida e bebida para St. Nicholas no seu dia de festa.




13- E deixam cenouras para as renas do Pai Natal, porque, na mitologia nórdica, as pessoas deixavam feno e guloseimas para o cavalo de 8 patas de Odin Sleipnir "na esperança que o deus parasse na sua casa durante as suas aventuras de caça." As crianças holandesas também adotaram essa tradição.

14- A imagem que temos do Pai Natal hoje foi criado em 1804 numa  reunião do New York Historical Society, onde um sócio de John Pintard distribuiu recortes de madeira de St. Nick à frente de meias cheias de brinquedos.

15-
Embora o Pai Natal tenha desgastado o azul e branco e o verde no passado, o seu fato vermelho tradicional veio de um anúncio dos anos 30, da Coca-Cola.

16- E a imagem daquele vôo do Pai Natal num trenó começou em 1819... e foi idealizado pelo mesmo autor que criou o Cavaleiro Sem Cabeça, Washington Irving.

17- Rudolfo foi realmente concebido por uma loja de departamentos, Montgomery Ward, como um truque de marketing para levar as crianças a comprar livros de colorir nas férias.

18- Rudolfo quase não teve um nariz vermelho: Na época, um nariz vermelho era um sinal de alcoolismo crónico e Montgomery Ward achava que ficaria parecido a um bêbado.

19- Rudolfo quase se chamou Rollo ou Reginald. Reginald, a rena de nariz vermelho, não tem a mesma graça.

20- A canção de Mariah Carey "All I Want For Christmas Is You" é considerada a canção de Natal mais popular. No vídeo da música, o Pai Natal é atirado pelo então marido de Mariah, Tommy Mottola.

21- "Silent Night" é a mais gravada canção de Natal na história, com mais de 733 versões diferentes protegidas por direitos autorais desde 1978.

22- "White Christmas" é a música mais vendida de todos os tempos.

23- "O Pai Natal vem à cidade" realmente tem uma verdadeiramente deprimente história por trás: o compositor James "Haven" Gillespie estava sem dinheiro, sem emprego e o seu irmão tinha acabado de morrer quando foi convidado para escrever uma canção de Natal. Foi originalmente muito dominado pelo sofrimento, mas finalmente encontrou inspiração na morte do seu irmão e as memórias de Natal que tinham tido juntos.

24-
"Jingle Bells" era originalmente para ser uma canção de Ação de Graças.

Sem comentários:

Enviar um comentário