sexta-feira, 23 de junho de 2017

10 Coisas Assustadoramente Bonitas Que Permaneceram Após Desastres Terríveis

É doloroso ver os monumentos e os edifícios históricos serem destruídos por desastres naturais e pelas ações dos seres humanos. Embora seja quase impossível evitar os danos causados ​​pela natureza, dado que as suas forças geralmente agem de forma caótica, há algo que pode ser feito contra as atividades humanas que prejudicam marcos importantes e arquitetura de valor histórico. Seja a ISIS ou os cataclismos desastrosos, belos edifícios e até cidades inteiras são destruídas ou enterradas em cinzas de vulcões. Já vimos milhares de imagens assim e é difícil não notar que algumas delas são muito lindas. 

Capela de São Paulo, Nova Iorque


Em comparação com todos os edifícios que foram destruídos em várias circunstâncias, a Capela de São Paulo revelou-se milagrosamente intacta após a tragédia que destruiu o World Trade Center. No dia seguinte, a equipa da capela chegou ao lugar e encontrou tudo em ordem - mesmo o cemitério estava na maior parte intacto.

Pompeia, Itália


Pompeia foi destruída em 79 d.C. por uma erupção do Monte Vesúvio que cobriu a cidade com cinzas em meros segundos. A catástrofe aconteceu tão rapidamente que ninguém conseguiu fugir - toda a cidade foi enterrada viva. Todos os corpos e a maior parte da arquitetura foram preservados e aparentam ser os mesmos hoje como eram há centenas de anos.

O Portão de Brandemburgo, Berlim


Berlim foi fortemente bombardeada durante os ataques aliados em 1945. O Portão de Brandemburgo milagrosamente sobreviveu durante toda a Segunda Guerra Mundial e ainda permanece hoje em dia como era há dezenas de anos. É o único monumento em Berlim que não foi destruído por bombas.

Catedral de Colónia, Colónia


Esta catedral é a única coisa que permaneceu intacta em Colónia, na Alemanha, após os bombardeios em 1942. Colónia foi coberta com mais de mil bombas e o centro da cidade foi transformado em entulho em questão de minutos. A Catedral de Colónia sobreviveu e permanece alta e orgulhosa entre os restos da cidade.

Salão de Promoção Industrial da Prefeitura de Hiroshima, Japão


Os bombardeios de Hiroshima e Nagasaki chocaram o mundo inteiro. Com 90% da cidade destruída pelo ataque e milhares de pessoas mortas, o único que ainda estava de pé em Hiroshima era o Salão de Promoção Industrial da Prefeitura de Hiroshima. Agora está no Parque Memorial da Paz de Hiroshima e tem um novo nome - Dome A-Bomb.

Santuário de Sanno, Nagasaki


Quando a segunda bomba foi deixada cair no Japão, destruindo a cidade de Nagasaki com todos os seus cidadãos, o único que restou foi o Torii de uma perna no santuário de Sanno. Torii marca a entrada do santuário, enfatizando a sacralidade do espaço. O bombardeio destruiu o santuário de Sanno e tudo ao seu redor, mas não essa parte.

Mesquita Baiturrahman, Banda Aceh


Em 2004, a cidade de Banda Aceh, na Indonésia, foi completamente destruída por um tsunami devastador. A mesquita foi a única coisa que estava de pé depois do desastre terminar. Tornou-se um lar para centenas de pessoas que perderam as suas casas e um símbolo de esperança para todos aqueles que sofreram terríveis perdas.

A Torre de Água de Chicago, Illinois


A Torre de Água de Chicago foi construída nos anos 1800 para abastecer os cidadãos de Chicago com água potável. Em 1871, um fogo terrível destruiu a maior parte da cidade que era construída principalmente de madeira. A Torre de Água de Chicago foi uma das poucas estruturas de pedra que sobreviveram ao fogo. Ainda permanece hoje, apesar de não servir mais o seu propósito.

Estupa de Boudhanath, Katmandu


Este espetacular monumento budista sobreviveu a um dos mais fortes terramotos que atingiu a cidade de Katmandu. A maioria dos monumentos, mesmo a Torre de Dharahara próxima, foram destruídos pelo terremoto de 2015, mas a estupa permaneceu na maior parte intacta.

A Cidade Fantasma, Pripyat


O desastre da Estação Nuclear de Chernobyl é uma das mais terríveis catástrofes da história humana. Pripyat é a cidade abandonada localizada perto da zona radioativa. Milhares de pessoas foram evacuadas a partir de lá sem tempo para arrumar os seus pertences, então ainda se podem ver as escolas repletas de artes de aprendizagem, casas com todas as coisas que permanecem intactas, bonecas ao redor e estruturas a sucumbir lentamente às forças da natureza. A cidade está a ser devorada pelas florestas circundantes e rapidamente não vai haver mais nada para os exploradores.

Sem comentários:

Enviar um comentário