quarta-feira, 12 de julho de 2017

10 Mistérios Intrigantes da América do Sul

Acredita-se que o continente da América do Sul se libertou do supercontinente Pangea há mais de 220 milhões de anos. Desde então, a população dos seus países continuou a crescer e prosperar mesmo em tempos difíceis. Hoje, devido à rica história e à cultura diversa encontrada lá, milhões de turistas afluem para locais bem conhecidos, incluindo Macchu Pichu, a floresta amazónica e as linhas de Nazca, todos os anos.

A América do Sul também tem a sua parte justa de mistérios, especialmente os não-resolvidos. De desaparecimentos estranhos a ocorrências estranhas na natureza, resta saber se as explicações de alguns dos seus maiores mistérios jamais serão encontradas.

10- O Olho


Numa área pantanosa do Delta do Paraná, perto do nordeste da Argentina, encontra-se uma ilha com uma diferença. Nomeada como O Olho, a ilha é um círculo redondo perfeito da terra, cercado por um círculo igualmente redondo do círculo fino da água. A água é muito clara e muito fria em comparação com os outros corpos de água na área. O diâmetro da ilha é dito ser de 130 jardas através do círculo exterior. Em cima de todas essas coisas estranhas, a ilha também parece girar (ou flutuar) lentamente em torno do seu próprio eixo. Comparando as primeiras imagens dela em 2003 e usando a ferramenta de controle deslizante no Google Earth, mostra claramente que o círculo de terra se moveu dentro do buraco em que está localizado.

A maioria das pessoas compartilha a opinião de que a ilha está perfeitamente em forma para ser uma formação natural, mas se foi de fato feita pelo homem, qual é o propósito da mesma? As teorias da conspiração são abundantes, sendo a mais popular a de que a ilha está a esconder uma base alienígena abaixo da sua superfície.

Um cineasta está atualmente a trabalhar num projeto de financiamento de multidões para permitir que cientistas e outros especialistas investiguem o fenómeno e esperemos que consigam uma resposta para o mistério.

9- Mundos Paralelos


No início da década de 1970, um professor da Universidade dos Andes atravessou o estacionamento do campus conversando com as pessoas no caminho para o seu carro. Acenou para um grupo de estudantes antes de abrir a porta e subir para o banco do motorista. O carro permaneceu parado. Quando as pessoas foram investigar depois de um tempo, ficaram surpresas ao encontrar o carro vazio.

Testemunhas confirmaram à polícia que viram o homem entrar no carro, depois do qual o veículo nunca saiu do local. O professor permanece desaparecido até hoje. A teoria mais popular em torno deste misterioso desaparecimento é que o professor entrou num portal quando abriu a porta do carro que o levou para um universo paralelo.

Em 2015, os cientistas relataram que encontraram evidências de inflação eterna. Isso basicamente significa que outros universos (e os nossos) flutuam dentro e fora do alcance uns dos outros com espaço sempre crescente entre eles. Isso, por sua vez, de acordo com os cientistas, poderia provar a existência de universos paralelos.

No entanto, olhando para o mistério do professor anónimo, parece que os universos paralelos podem ter sido uma realidade o tempo todo.

8- Escadas de Cabeça Para Baixo


Entre as câmaras, citadelas e outras estruturas encontradas dentro das ruínas de Sacsayhuaman, um fenómeno, em particular, chamou a atenção dos exploradores e dos arquitetos: uma rocha de granito maciço com as escadas de cabeça para baixo na sua metade superior.

Os especialistas acreditam que a rocha pode ter sido parte de outra estrutura que poderia ter sido destruída por um terramoto ou por outro desastre natural, fazendo com que a terra ficasse de cabeça para baixo. Outros sentem que pode ter sido uma mão a girar a pedra gigante de modo que as escadas conduzam agora a lado nenhum.

Também é desconhecido que tipo de tecnologia os construtores de Sacsayhuaman tinham disponíveis para capacitá-los a levantar esses pedregulhos de granito no lugar, ou o que a finalidade das escadas de cabeça para baixo pode ter sido (se foram construídas de cabeça para baixo de propósito). Uma teoria afirma que, para poder levantar essas rochas maciças, elas teriam sido rebocadas com a ajuda de uma rampa, abaixadas sobre uma pilha de toras que, em seguida, teriam sido removidas uma a uma para soltar lentamente as rochas no seu lugar.

7- Stonehenge Amazónico


Em Amapá, no norte do Brasil, os arqueólogos fizeram uma descoberta que não se encaixa perfeitamente com o que sabem sobre a Amazónia até agora. Um arranjo de pedras maciças, muito pesadas projeta-se do chão em cima de uma colina, sendo 127. A crença era que, antes das colónias se instalarem na Europa, não havia sociedades avançadas na Amazónia. A descoberta destas pedras, arranjadas de uma forma similar às pedras de Stonehenge, nega isso.

As pedras têm mesmo espaços entre elas e ficam eretas, levando os arqueólogos a acreditar que poderiam coletivamente ser um calendário solar ou um observatório. Isso indicaria que os amazónicos teriam sido capazes de determinar os seus ciclos de cultivo observando os ciclos da lua e das estrelas.

Fragmentos de cerâmica antiga encontrados lá indicam que o local tem sido assim em torno de pelo menos 2 mil anos. No entanto, permanece a especulação neste momento, dado que alguma pesquisa em curso é necessária para determinar o propósito exato deste "Stonehenge Amazónico", como foi apelidado.

6- A Rota de Los Roques 


A 4 de janeiro de 2013, um pequeno avião que levava o chefe de moda Vittorio Missoni, a sua esposa e 4 outras pessoas, desapareceu na rota de Los Roques para o aeroporto fora de Caracas. Quando as autoridades não conseguiram encontrar os destroços, rumores da maldição "Los Roques" começaram a rodar.

Antes desse avião desaparecer, houve mais de quin15ze relatos de outros aviões pequenos que experimentaram dificuldades, tiveram acidentes ou mesmo desapareceram ao voar, na mesma rota ou na mesma área. Num caso, um avião que transportava 14 passageiros caiu no oceano e apenas 1 corpo foi recuperado. Os destroços nunca foram encontrados. Naturalmente, as pessoas começaram a ignorar explicações racionais como erro humano e desastres naturais e em vez disso concentraram-se em teorias da conspiração com as semelhanças que esses desaparecimentos mantinham com o Triângulo das Bermudas, o Mar do Diabo, entre outros.

6 meses depois do avião de Missoni cair, as autoridades localizaram os destroços na costa de Key Carenero. E, embora tenha sido relatado que os corpos foram encontrados também, relatos de 1 ano mais tarde declararam que todos foram encontrados exceto o próprio Missoni.

5- STENDEC


Outro mistério envolvendo um avião aconteceu a 2 de agosto de 1947. Nesse dia, um avião da British South Airways chamado Star Dust, que transportava 6 passageiros e 5 tripulantes, caiu durante a viagem de Buenos Aires a Santiago. Durante os 50 anos seguintes, o destino do avião e os que estavam a bordo continuaram a ser um mistério.

Como é sempre o caso, o acidente foi culpado de aienigenas, espionagem, sabotagem, entre outras coisas. Especialmente dado que o incidente ocorreu durante uma época de agitação política na América do Sul. Depois, em 1998, os alpinistas encontraram um pedaço de um naufrágio num glaciar a 50 quilómetros a leste de Santiago. Uma tempestade de gelo atrasou a missão de recuperação que se seguiu, mas eventualmente, um grupo de alpinistas chegou ao local em 2000.

A investigação mostrou que era provável que a poeira das estrelas voasse no tempo inclemente e que o piloto indicou então que iria aterrar o plano em aproximadamente 4 minutos. O operador de rádio, em seguida, enviou STENDEC como uma mensagem para o operador receptor em Santiago. Star Dust procedeu a voar para o glaciar Tupungato matando todos a bordo. O significado de STENDEC permanece em mistério.

4- A Faixa de Buracos


Um fenómeno um tanto negligenciado no vale de Pisco é semelhante a outro conhecido como Linhas de Nazca. Uma faixa de buracos rasos foi cinzelada na rocha que cobre milhas da superfície desigual.

Esses buracos são milhares; cada 1 de 1 metro de largura e até 2 metros de profundidade. Considerando que haviam sido esculpidos em rocha de montanha, muito trabalho duro deve ter sido preciso para criá-los. Não há um padrão discernível para os buracos, com alguns em linha reta e outros apenas a pontuar a superfície da rocha.

A única coisa certa sobre essas esculturas misteriosas é que foram feitas pelo homem. O seu propósito e quem os criou permanece um mistério não resolvido. Uma teoria recente foi sugerida afirmando que os buracos poderiam ser os restos de um sistema de imposto Inca antigo. Outras teorias incluem enterros verticais, pontos de coleta de alimentos/água e marcas de trilhas.

3- A Lápide Mistério 


Dentro dessas paredes estão depositados os corpos da Sra. Betty Stiven e do seu filho. Era a amada esposa de Alex B Stiven e o que era notável dela, é que era uma mãe sem saber e uma esposa sem deixar que o seu marido soubesse, exceto pela sua indulgência para com ele.

Acima está uma inscrição numa lápide localizada em Plymouth, Tobago. Essa inscrição permanece inexplicada e deu lugar a muitas teorias, cada uma mais selvagem do que a anterior. Uma das teorias mais populares afirma que a jovem Betty procedeu para que o homem por quem era apaixonada se casasse com ela, dando-lhe tanto álcool que ele não sabia o que estava a acontecer. Ela ficou doente depois de estar grávida e deu à luz enquanto estava inconsciente. Outra teoria sugere que houve uma relação tabu entre Alex e uma escrava negra e a inscrição era para ser um ocultamento da verdade.

Talvez a teoria mais louca seja a de que Betty deu à luz 4 filhos, todos estando inconsciente e que nunca ficou consciente. Daí a "mãe sem saber" que está incluída na lápide.

2- Os Gémeos de Atlântida


Por muitos anos, os cientistas têm tentado reunir as peças do mistério que é, ou era, a cidade perdida de Atlântida. Popularmente contada como um conto mítico em todo o mundo, os especialistas acreditam que podem ter encontrado um indício de que a Atlântida não só existiu, como pode ter sido parte da Bolívia numa dada altura.

Esta nova teoria vem do fato de que várias antigas representações de gémeos foram feitas nos Andes; incluindo exemplos humanos e animais. Embora isso em si não seja a coisa mais interessante, torna-se intrigante quando se olha para a lenda do Grande Dilúvio e as muitas variações da história.

A versão boliviana do conto conta que os deuses destruíram uma cidade localizada à beira de um lago por meio de inundações e terramotos. O líder dos deuses, Tunupa, desapareceu depois debaixo da água do lago. Outra história afirma que Tunupa desapareceu nas montanhas de Pampa Aullagas ao invés disso. Pampa Aullagas é acreditado por vários cientistas ser o local onde costumava ser Atlântida.

Na mitologia grega, Poseidon e Cleito tinham 5 pares de gémeos que acabaram por governar 10 províncias que, como um todo, compunham a Atlântida. A história desses gémeos também é encontrada nas lendas bolivianas; 2 irmãos sobreviveram ao dilúvio, após o que 1 deles se afogou num lago. O outro irmão casou com uma das mulheres com quem ele e o seu irmão estavam envolvidos e fez com que o outro fosse seu amante. Tinha 5 filhos com cada um. Acredita-se que esse conto boliviano esteja ligado ao seu homólogo grego.

Pensa-se que as lendas dos gémeos podem ter-se originado a partir da Bolívia, o que por sua vez pode significar que o país poderia ter sido parte de Atlântida.

1- O Desaparecimento de Keith Davis


Em agosto de 2015, Keith Davis, observador de pescas, embarcou no MV Victoria No. 168, um navio de transbordo de atum com tripulantes taiwaneses e chineses a bordo.

5 semanas após a viagem, o navio estava a pouco mais de 800 quilómetros do Peru e recebia atum de outro navio. Davis estava a observar a transferência do convés. 10 minutos depois, foi chamado pela tripulação para assinar uma declaração, mas Davis estava longe de ser encontrado.

4 horas mais tarde, o capitão do Victoria ordenou uma busca pelo oceano circundante. Diversos outros navios ajudaram na busca, mas foi cancelada 72 horas mais tarde sem nenhuma esperança de Davis ser encontrado. O colete salva-vidas e o fato de sobrevivência do observador estavam intocados na sua cabine. Até hoje, o destino final de Keith Davis permanece em mistério.

Anteriormente, tinha falado com os seus amigos sobre a ilegalidade no mar e os crimes que ficavam impunes. Num ponto, compartilhou com eles um vídeo que retratava 4 homens que foram mortos a sangue frio e os seus assassinos tiraram fotografias num navio de pesca. Mesmo assim, o último e-mail que Davis enviou ao seu pai não despertou o alarme de que as coisas não eram como deveriam ser, aprofundando o mistério do que pode ter acontecido ao jovem. 

1 comentário:

  1. Incrível. Não conhecia nenhum destes mistérios. Realmente o nosso planeta tem muitos mas muitos segredos por revelar.

    ResponderEliminar