quarta-feira, 26 de julho de 2017

5 Histórias Incríveis de Amizade com Animais

Acredita na amizade entre animais e humanos? Caso contrário, descubra essas incríveis histórias de relações de amigos, puras e verdadeiras. Se tem uma história que pertence a esta lista, gostaríamos que escrevesse sobre isso nos comentários.



O Behaviorista Kevin Richardson e os Leões Napoleão e Tau


Kevin Richardson nasceu em Johannesburg, na África do Sul. Quando tinha 16 anos de idade, começou a sua carreira de "behaviorista autodidata". Mais tarde, foi para a faculdade onde começou a fazer cursos de fisiologia e de anatomia, tornando-se fisiologista do exercício. Kevin revelou que nunca pensou em trabalhar com animais. Sempre os amou e estudou zoologia durante 2 anos na faculdade, mas pensou que seria um hobby - nada mais. Em 1997, Richardson teve a oportunidade de trabalhar com 2 leões bebés de 6 meses de idade. Esses leões, chamados Tau e Napoleão, tornaram-se bons amigos de Kevin e mudaram a sua vida para sempre.

Hoje, Richardson trabalha como behaviorista de leões no Lion Park, em Broederstroom. Continua o seu vínculo com Tau, que mora no parque. Quando lhe foi perguntado sobre o trabalho e a amizade com os leões, Kevin afirmou: "Obviamente, percebe-se o perigo quando se trabalha com animais desse calibre, mas foram pesados os prós e os contra e os prós superaram os contras."

Behaviorismo, também designado de comportamentalismo, é o conjunto das teorias psicológicas que postulam o comportamento como o mais adequado objeto de estudo da Psicologia.






O Treinador de Animais Mark Dumas e a Ursa Polar Agee


O urso polar é um dos maiores predadores da terra. Consegue imaginar a pessoa destemida que quereria ter um amigo assim? Gostaria que conhecesse Mark Dumas. Mark é o único homem do mundo que pode tocar, abraçar e beijar esta ursa polar. Também pode nadar com ela e até mesmo colocar a cabeça nas suas enormes mandíbulas. Dumas e a sua esposa, Dawn, levaram uma ursa polar, chamada Agee, do zoológico sueco e transportaram-na para o Canadá quando tinha apenas 8 semanas de idade. Quando era um filhote, morava com eles em casa, brincava com os seus cães e era alimentada por uma garrafa. Eventualmente, chegou um momento em que cresceu tanto que tiveram que movê-la para o seu próprio pátio, perto da sua casa em Abbotsford.

Mark realmente gosta de "brincar" com a Agee. Afirma: "No início da manhã, ela é mais brincalhona e tranquila e deixa-me brincar com ela. Lutamos por diversão e por vezes adormecemos juntos na relva. É uma ótima forma de relaxar depois de um dia mau".






O Pescador Australiano Arnold Pointer e o Tubarão Branco Cindy


Um dia, Arnold Pointer, um pescador profissional da Austrália, agarrou um grande tubarão branco fémea nas suas redes de pesca. De alguma forma, sentiu pena dela e libertou-a. Arnold resgatou um tubarão da morte. Acredite ou não, mas foi "o início de uma linda amizade". Desde então, o tubarão nunca deixou Arnold sozinho no mar. Segue-o para todos os lugares que vai e ele até lhe deu um nome - Cindy.

Arnold afirma: "Quando paro o barco, ela vem até mim, vira-se de costas e deixa-me tocar-lhe na barriga e no pescoço, rodando seus os olhos e movendo as suas barbatanas para cima e para baixo batendo na água com alegria..."






Chito e o Crocodilo Pocho


Outro pescador da Costa Rica Gilberto "Chito" Shedden encontrou um crocodilo moribundo nas margens do Rio Reventazón em 1991. Um fazendeiro de gado local atirou na cabeça quando ele estava a atacar um rebanho de vacas. Chito colocou o crocodilo no seu barco e levou-o para casa. Chito nomeou o crocodilo de Pocho e cuidou dele durante 6 meses. Chito afirma: "Eu só queria que ele sentisse que alguém o amava, que nem todos os humanos são maus". Quando Pocho se recuperou completamente, Gilberto soltou-o para um rio próximo. Na manhã seguinte, encontrou o crocodilo a dormir na sua varanda. Naquele dia, Pocho tornou-se um membro de pleno direito da família Shedden, juntamente com a sua esposa e filha.

A amizade durou cerca de 20 anos. Durante 10 daqueles anos fizeram apresentações aquáticas para turistas que iam vê-los de todo o mundo. Pocho e Chito tornaram-se mundialmente famosos. Pocho morreu de causas naturais em 2011.






Casey Anderson e o Urso Brutus


Um naturalista americano da vida selvagem, Casey Anderson, é uma estrela que aparece no canal National Geographic. Ao longo da sua vida, Casey foi chamado de "ímã animal" porque os animais pareciam sempre gostar dele. Mas com Brutus, parece que se escolheram. O urso Brutus foi o melhor amigo de Casey desde que foi resgatado por Casey de um "crime de misericórdia" planeado num parque de vida selvagem superlotado quando ele tinha apenas 5 meses de idade. Em 2004, Anderson adotou o bebé urso Brutus e desenvolveu o seu próprio santuário como um lugar para criá-lo. Em 2009, apareceram em "The Oprah Show" e tornaram-se celebridades internacionais.





Sem comentários:

Enviar um comentário