sexta-feira, 15 de junho de 2018

17 Surpreendentes Retratos de Imigrantes do Passado dos Estados Unidos

Por vezes, as pessoas esquecem muito facilmente as suas raízes. No início dos anos 1900 a 1920, o secretário de registo principal da Ilha Ellis, Augustus Sherman, que também começou a dedicar-se à fotografia, tirou mais de 200 fotografias de imigrantes da Europa e da Ásia. A Ilha Ellis foi a sua última paragem antes de se tornarem cidadãos legítimos dos Estados Unidos. As pessoas fugiram sozinhas para os seus países, com as suas famílias e os seus entes queridos, vestindo roupas tradicionais. 

Aqui estão alguns dos retratos de Sherman dessa época.


Uma mulher grega.


E uma mulher chinesa.


3 homens e uma jovem de Marrocos.


Diretamente da Noruega.


Sabia que a Geórgia costumava ter cavaleiros?


Duas crianças suecas.


Um soldado da Albânia.


Uma Rutena bonita.

Os rutenos (também chamados de cárpato-rutenos e russianos) são um grupo étnico da Europa, que falam a língua rutena e descendem dos russianos que não se tornaram ucranianos, no século XIX.

São originários do norte dos Cárpatos e ainda habitam essas áreas, como também algumas outras na planície da Panónia. A sa terra natal é frequentemente citada como Ruténia Cárpata, embora a região não corresponda exatamente aos locais habitados pelos rutenos.


Onde quer que Guadalupe seja, ela pertence lá.

Guadalupe é um departamento ultramarino da República Francesa nas Caraíbas, constituído por 2 grupos de ilhas: a "Ilha de Guadalupe", que é na realidade composta por 2 ilhas, Basse-Terre e Grande-Terre, e ilhas próximas.


Uma família judaica.


Vindo da Bielorrússia.


Outra família, desta vez da Dinamarca (1908).


Aparentemente, este homem alemão era um passageiro clandestino.


Mais visitantes holandeses.


Este soldado grego parece uma bailarina com barba.


Um Laplander real?

Laplander é usado para referir algo relacionado com a Lapónia e pessoas que vivem na área da Lapónia.


E, finalmente, aqui está uma mulher eslovaca com os seus filhos.

Sem comentários:

Enviar um comentário